Morte de Chris Cornell afetou o novo disco do Pearl Jam

Depois de tocar no tributo ao músico, a banda espera escrever um álbum inédito



Faz seis anos desde que o Pearl Jam lançou o Lightning Bolt e apesar de quererem trabalhar em um novo disco, a morte de Chris Cornell adiou os planos.

"Seria divertido gravar ou até mesmo escrever uma música juntos", diz o baixista Jeff Ament. "Eu acho que desde que o Chris [Cornell] morreu, tem sido muito difícil de colocar nossas cabeças no lugar e, depois, vieram as coisas da vida."

Cornell foi uma figura importante na história do Pearl Jam: O baterista Matt Cameron tocou no Soundgarden, e todos os membros da banda eram do Temple of the Dog com o cantor antes de formar o Pearl Jam.

Ament, Cameron e o guitarrista Stone Gossard estavam presentes no concerto I Am the Highway: A Tribute to Chris Cornell, que aconteceu no último dia 16, em Los Angeles em memória do músico, que morreu em maio de 2017.

O baixista também prestou uma homenagem a Cornell ao ser diretor de criação de um box especial com o trabalho do amigo, no qual Amaent passou diversos dias editando imagens do antigo líder do Soundgarden.

“Isso foi difícil", disse. “A [viúva de Chris] Vicky [Cornell] pediu para que eu me envolvesse.”

Stone Gossard, guitarrista do Pearl Jam, revelou também estar pronto para colocar seu foco em novas gravações da banda.

"Nós vamos fazer um disco e já estamos fazendo isso", contou. "Vamos continuar trabalhando até conseguirmos fazer um."


fonte:rollingstone





Categoria:Rock News

Deixe seu Comentário